sábado, 29 de janeiro de 2011

SPFW:28/01 - abertura

Line-UP

01 - 17:30 horas - ANIMALE
02 - 19 horas - TUFI DUEK
03 - 21:15 horas - SAMUEL CIRNANSCK
04 - 21:30 - horas - TRITON


Marca: Animale

Direção de criação: Priscila Darolt

Styling: Luis Fiod

Beleza: Max Webber

Trilha: Hugo Frada

Inspiração: O universo da selaria.

Cartela de cores: Branco, nude, laranja, azul pettóleo, marrom e preto.

Tecidos: Tricô em lã de alpaca, flor de couro (espécie de couro ultra-fino), jacquards acetinados e organza de seda.

Formas: Simples, com alguns poucos volumes estruturados na região do quadril.
Silhueta: Em geral próxima ao corpo, sem ser necessariamente justa.

Highlights: A pegada minimalista que deixou toda experimentação têxtil caracterí¬stica da Animale bem mais leve e com cara de possível. Últimas texturas em tricôs, muitas vezes com efeitos degradês vindo da própria superfí¬cie da peça. Interessante também as peças híbridas como a bermuda com frente tipo saia em organza de seda, o macacão com recortes geométricos na cintura, dando a ilusão de que se trata de duas peças separadas. (texto retirado na íntegra do site ffw.com.br)





Marca: Tufi Duek

Estilista: Eduardo Pombal

Styling: Flavia Lafer

Beleza: Daniel Hernandez

Trilha: Max Blum

Tema: A arquitetura e o design escandinavo

Cartela de cores: Off-white e preto

Materiais: Crepe, organza, paetê, couro. Muitas vezes há a mistura de dois ou mais tecidos em uma mesma peça, resultando em uma roupa contemporânea e sofisticada

Formas: Há peças amplas e justas, vestidos curtos e saias longas, calças secas e megapantalonas. Ênfase nos ombros, que vêm retos, e nas mangas amplas. Detalhes de transparência, que é uma das marcas registradas de Pombal, trazem delicadeza e leveza às peças

Highlights: Belo desfile em que o destaque fica por conta da aplicação supertecnológica de paetês que, à primeira vista, parecem pele ou veludo molhado. Ponto também para a passarela. (texto retirado na íntegra do site ffw.com.br)





Marca: Samuel Cirnansck


Styling: David Pollak

Beleza: Celso Kamura

Trilha: Jackson Araujo

Tema: “Uma mulher urbana perdida na floresta em uma noite fria”; o trabalho surrealista dopintor Mark Ryden (ele ilustrou a capa de "Dangerous", do Michael Jackson) e do escultor Patrick Dougherty, ambos americanos

Cartela de cores: Camelo e azul são as mais fortes; ainda tem branco, preto e nude

Materiais: Lã, renda, seda, viscose, manta de algodão, latex, silicone. Há um trabalho rico de bordados com cristais, vidrilhos, canutilhos e pérolas

Formas: Variadas. Vestidos fluídos e longos até modelos body conscious, em preto, mais rock´n´roll. Há bons trench-coats com modelagem correta e ênfase nas golas

Highlights: O vídeo de abertura, uma menina perdida e com medo numa floresta à noite, do diretor Dácio Pinheiro, mistura momentos de tensão com boas imagens de moda e deixa a platéia atenta e no clima que o estilista quer para seu desfile. A ligação com a natureza pontua a coleção, que chega a mostrar até vestidos e bolsas feitas de cipó de vime. (texto retirado na íntegra do site ffw.com.br)





Marca: Triton

Estilista: Karen Fuke

Styling: Daniel Ueda

Beleza: Robert Estevão

Trilha: Max Blum

Tema: Nova York, estilo college

Cartela de cores: Cinza, preto, azul, verde, caramelo, amarelo. Destaque para a estampa “mix and match”, que reproduz padronagens florais com efeitos metalizados

Materiais: Matelassê, algodão, bordados, brocados, lã, metalizados, pele falsa, rendas, veludo

Formas: alfaiataria, bons básicos, como calças secas, camisas de corte clássico e paletós e casacos de diversos tamanhos; saias assimétricas; vestidos e paletós com a cintura marcada por cinto fino

Highlights: Uma equipe de apoio de primeira é necessária para transformar as ideias de Karen em realidade. Pois este desfile finalmente coroou o trabalho da estilista à frente da Triton. Pode-se dizer que foi um dos melhores da história da marca, onde todos os elementos estavam em harmonia: trilha linda (“Radial Emotion”, de Marsh Aux), styling excelente, ótimo casting, beleza bem cuidada. E até a Paris “Adriana Lima” Hilton, provocou gritos, risos e muitos flashes por parte da plateia. Mas ali, na atmosfera de bom humor capitaneada por Karen, tudo estava no lugar certo. Até Paris. (texto retirado na íntegra do site ffw.com.br)


(Fotos: reprodução / divulgação)



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário